Prefeito de Sento Sé é afastado do cargo e condenado à 5 anos prisão por desvio de recursos públicos

Sento-SéO prefeito do município de Sento Sé, Ednaldo dos Santos Barros, foi condenado, dia 25, pela 2ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça da Bahia, à pena de cinco anos de reclusão. Denunciado pelo Núcleo de Investigação de Crimes Atribuídos a Prefeitos (CAP), do Ministério Público estadual, o prefeito também foi condenado à perda do cargo, afastamento imediato da suas funções e inabilitação para o exercício de cargo público pelo prazo de cinco anos. Segundo o CAP, Ednaldo Barros, “acobertado por notas fiscais ‘frias’”, desviou recursos públicos por meio de aquisições “fraudulentas” de medicamentos. O fato ocorreu durante o seu primeiro mandato, no ano de 1998.

Também na mesma sessão, a 2ª Câmara Criminal recebeu denúncia apresentada pelo CAP contra o prefeito de Presidente Dutra, Roberto Carlos Alves de Souza. Ele é acusado de realizar contratação ilegal de advogados, formalizar contrato ilegal de serviço de locação de xerox e efetivar pagamentos em desobediência com as normas financeiras pertinentes.

Por Maiama Cardoso Cecom/Ministério Público da Bahia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.