INTOLERANTES, ARROGANTES E ARCAICOS – Por Marcos Damasceno

MarcosAlguns brasileiros lidam mal com a igualdade. Acham que estão acima dos outros, e ainda acima da lei. Reproduzem práticas medievais ao arrotar aquela velha arrogância de outrora, de um Brasil escravista, separatista, imperialista e preconceituoso que não deixa saudade; deixa, sim, traumas profundos. Iniciativas que insistem em julgar o outro; diferenciando-se dele, distanciando-se dele, e por fim ofendendo-o.
A grande vitoriosa dessa eleição não foi a presidente Dilma; foi a DEMOCRACIA. A região Nordeste cresce acima da média nacional, e não devemos satisfação a ninguém de nossas escolhas e decisões. Isso tudo faz parte de nossa integridade moral e diz respeito ao direito de cada um votar. Lamento informar-lhes que a “política do café com leite” acabou. Naquela época só votavam os ricos. O resto era excluído, inclusive as mulheres não votavam.
Outra coisa: Nordeste não é um lugar. Nordeste é uma região do Brasil. Pra lembrar as mentes intolerantes, arrogantes e arcaicas – não sei se tiveram aula de Geografia – são cinco regiões do Brasil: Norte, Nordeste, Centro-Oeste, Sudeste e Sul. O Brasil mudou. A mentalidade hierárquica que predominou durante séculos no país, por parte de uma parcela da sociedade brasileira, está em desuso. O povo brasileiro não aceita mais preconceito; de qualquer ordem, de qualquer classe, de qualquer natureza, ou de qualquer região ou pessoa.
A DEMOCRACIA não está pronta. Estará sempre em construção e demandando, cada vez mais, direitos sociais e humanos. A grande marca da DEMOCRACIA é que estamos todos em pé de igualdade; todos nós somos brasileiros, é bom lembrarmo-nos disso a todo instante. Iguais, mas não necessariamente uniformes. E, “as diferenças servem para nos unir, e não para nos separar” (Alvino Soares). A Constituição Federal é composta por uma legislação geral e impessoal.
Não temos dois defeitos: medo e preguiça. Fique em paz consigo e com os outros. Paz e bem!
Marcos Damasceno
(escritor)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.