Read Time:48 Second

O plenário do Senado aprovou, nesta quarta-feira (9), a criação de uma janela para que políticos com mandatos eletivos possam migrar de partido sem serem condenados por infidelidade partidária. O artigo aprovado faz parte do Projeto de Emenda à Constituição (PEC) que trata da reforma política e já foi aceito na Câmara dos Deputados. Porém, os senadores decidiram destaca-lo para avaliação do plenário e remeter as demais mudanças à Comissão de Constituição e Justiça. Assim, como não houve alteração, o artigo será promulgado enquanto o resto da PEC fica pendente. Com a decisão, os eleitos terão 30 dias após a promulgação para mudar de partido – apesar de não influenciar na distribuição do Fundo Partidário ou no tempo gratuito de rádio e televisão das agremiações. Atualmente, deputados e vereadores só podem se desfiliar da legenda pela qual foram eleitos se forem para uma nova sigla. A mudança tenta diminuir a criação de novos grupos políticos apenas para receber os insatisfeitos.

Agência Senado
Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleepy
Sleepy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %

Average Rating

5 Star
0%
4 Star
0%
3 Star
0%
2 Star
0%
1 Star
0%

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Previous post Homem mata irmã com golpe de faca em Remanso
Next post Criança de 7 anos é barbaramente assassinada nas dependências do Colégio Mª Auxiliadora, em Petrolina