Vereadores da oposição questionam números da Covid-19 em Petrolina

Vereadores da oposição questionam números da Covid-19 em Petrolina

Os números de casos confirmados de infecção do Novo Coronavírus (Covid 19) em Petrolina só crescem e as denúncias de descaso também.

Pessoas sintomáticas denunciam que buscaram a Secretaria Municipal de Saúde para a realização dos testes rápidos e foram orientadas a voltar para casa, sem fazer o exame.

Em função disso, a propagação da doença é mais rápida e atinge mais pessoas, na chamada transmissão comunitária.

Nas denúncias, há relatos de pessoas que apresentam sintomas como febre, tosses, dores musculares, que já passaram pela consulta com o médico da rede municipal, foram orientadas a fazer o teste rápido mas, ao buscarem ajuda da Secretaria de Saúde de Petrolina, foram informadas para permanecerem isoladas, sem a realização dos exames ou acompanhamento dos profissionais de saúde do município. Em alguns casos relatados, os pacientes foram, inclusive, obrigados a assinar um termo de compromisso garantindo o isolamento domiciliar, mas sem nenhum tratamento médico, nem a garantia do teste.

Enquanto isso, muitas pessoas circulam livremente nas ruas da cidade sujeitas a disseminar o vírus para outras pessoas, inclusive aquelas que fazem parte do grupo de riscos, como idosos, crianças e as que possuem doenças crônicas.

Aí, surgem as perguntas: Onde estão os 34 mil testes rápidos adquiridos pela Prefeitura de Petrolina? E o Hospital de Campanha do município serve para que? Cadê os profissionais da Vigilância Epidemiológica? Onde o prefeito está investindo a verba do governo federal que deveria ser destinada para a contenção do vírus? 

No mês de abril, o prefeito de Petrolina, Miguel Coelho, divulgou a aquisição do primeiro lote com 2.500 testes rápidos do Coronavírus importados da China e informou que os primeiros a serem testados seriam os pacientes com sintomas leves e moderados, além dos profissionais de saúde com algum sintoma da Covid 19 e que estão na linha de frente de combate à doença. Na divulgação, citou que Petrolina é a primeira cidade do Sertão do Estado a receber os kits de testagem da Covid 19 e que a prefeitura teria comprado cerca de 20 mil testes.

Durante entrevista a TVGR e em suas publicações nas redes sociais, o prefeito destacou a importância da chegada do material no município e ressaltou que “os kits de testes rápidos são importantes para poder ajudar o monitoramento e planejamento do trabalho de prevenção, quando você diagnostica logo cedo, evita que o caso se agrave porque a equipe de saúde já monitora desde o início o paciente”.

Mas, contrariando a fala do prefeito, as denúncias feitas em programas de rádio e blogs da região evidenciam que os investimentos para o combate do Coronavírus acenderam a esperança da população que pensou que teria o sangue coletado e em 10 minutos o resultado para comprovação da infecção, mas isso não passou de uma propaganda.

Ascom Vereadores Bancada Oposição Petrolina/Monia Ramos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *