Operação deflagrada nesta manhã na Bahia desarticula grupo acusado de sonegação

Uma operação denominada de Hidra, deflagrada nesta manhã na Bahia, com mandados de prisão e busca e apreensão em Salvador, Camaçari, Feira de Santana e São Gonçalo dos Campos (praia do Forte) e Itajaí, em Santa Catarina, cumpre oito mandados de prisão e 19 de busca e apreensão contra uma organização criminosa acusada de acumular R$ 75 milhões em dívidas tributárias com o fisco baiano.

A operação, do Ministério Público da Bahia (MP-BA) e das secretarias estaduais da Fazenda (Sefaz-BA) e da Segurança Pública (SSP-BA investiga um grupo que atua no comércio atacadista de alimentos e pescados, uitilizando, de acordo com as investigações, em simulações de contratos sociais, utilizando laranjas, emitindo notas fiscais frias, criando empresas de fachada para cometer diversas fraudes.

As investigações foram iniciadas após denúncias encaminhadas à Sefaz, conforme comunicado distribuído à imprensa. De acordo com as investigações o grupo constituiu mais de 15 empresas em 10 anos, sob comando de um empresário e seu sobrinho, alvos dos mandados desta quarta-feira (14).

De acordo com a força-tarefa o grupo usou os recursos desviados do estado para compra de imóveis, automóveis de luxo, lanchas e motos aquáticas, que já foram identificados, objeto de sequestro autorizado pela justiça e devem servir para ressarcir os cofres públicos.

Da redação redeGN/ Foto Alberto Maraux/ SSP-BA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.