Prefeito de Casa Nova é acusado de fraude em venda de imóvel com uso de ‘laranja’

Prefeito de Casa Nova é acusado de fraude em venda de imóvel com uso de ‘laranja’

O prefeito de Casa Nova, no Sertão do São Francisco, Wilker de Oliveira Torres, foi denunciado pelo Ministério Público do Estado (MP-BA). Segundo acusação do parquet, Torres se beneficiou da aquisição de um imóvel público municipal feito por uma pessoa, que teria sido usada como “laranja”. O terreno foi arrematado por cerca de R$ 1,5 milhão pela acusada Mary Figueiredo, que não teria suporte financeiro para arcar com o valor.

Conforme o MP-BA, a condição da acusada foi constatada após quebra de sigilo bancário e fiscal autorizados pela 2ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA). O caso teria início no primeiro mandato do gestor, em 2017. Wilker do Posto, como é conhecido, se reelegeu em novembro do ano passado.

Segundo a denúncia, o gestor alterou uma lei municipal, um dia após o texto original ser aprovado na Câmara de Vereadores, em junho de 2017, que previa a autorização da venda do imóvel de 2,8 mil metros quadrados. O objetivo seria a construção de um centro de ensino superior.

A licitação que autorizou a aquisição do imóvel ocorreu em 2019. O MP-BA denunciou o gestor por fraude de licitação, peculato [apropriação de bens públicos ou para proveito alheio] e lavagem de dinheiro. O Bahia Notícias tentou falar com o prefeito, mas não conseguiu resposta.

Bahia Notícias

Bahia Casa Nova-BA