Prefeitos do Território do Sertão do São Francisco discutem parceria com o Governo do Estado para fortalecer a agricultura familiar

Discutir e deliberar ações para fortalecer a agricultura familiar nos municípios do Território do Sertão do São Francisco, esse foi o objetivo da Reunião Técnica de Organização Funcionamento e Planejamento do Serviço Territorial de Apoio à Agricultura Familiar (SETAF) e Serviço Municipal de Apoio à Agricultura Familiar (SEMAF) realizado, na manhã desta terça-feira (21), pela Secretaria de Desenvolvimento Rural do Estado da Bahia (SDR).

O encontro buscou promover um alinhamento institucional na operacionalização de políticas públicas para o desenvolvimento rural dos municípios baianos, apresentando um resumo de um Plano Territorial de Desenvolvimento Sustentável. Dentre as propostas apresentadas estão a preparação das terras dos agricultores para plantio, a patrulha mecanizada, assistência técnica e extensão rural, regularização fundiária, distribuição de mudas, construção de Plano Municipal de Desenvolvimento Sustentável, Bahia Produtiva, segurança alimentar e outras.

O evento reuniu representantes da SDR, o presidente do Consórcio Sustentável do Território do São Francisco (Constesf) e Prefeito de Canudos, Genário Rabelo; o Prefeito de Uauá, Lindomar Dantas; o Prefeito de Curaçá, Pedro Oliveira; o Prefeito de Casa Nova, Wilker Torres; de Juazeiro, Paulo Bonfim e secretários de agricultura dos 10 municípios do Território. Além desses gestores, a reunião contou com as participações do Colegiado Territorial, membros de órgãos ligados à agricultura e meio ambiente, instituições prestadoras de ATER, movimentos e entidades representativas da Agricultura Familiar.

De acordo com coordenador do CEPEX/SDR, José Augusto de Castro Tozato, que representou o Secretário de Desenvolvimento Rural, Jerônimo Rodrigues, o Governo do Estado pretende trabalhar em parceria com os municípios. “Queremos dar condições para as famílias continuarem produzindo no campo com dignidade e qualidade de vida fazendo da agricultura familiar o vetor da economia municipal, essas condições serão ofertadas através de uma união da gestão estadual com a municipal, por isso queremos andar de mãos dadas com as prefeituras. Queremos estabelecer ações que deixem claro o papel do Governo Federal, do Governo do Estado e das prefeituras. Hoje trouxemos uma cesta de propostas para os gestores para realizarmos tais ações em parceria”, informou.

Para o presidente do Constesf, as ações apresentadas devem ser efetivadas nos municípios para que o homem do campo possa produzir mais e melhor. “A criação do SETAF foi muito importante para aproximar a sociedade das políticas públicas e da discussão de projetos. Agora temos a oportunidade estreitar ainda mais a relação do município com o governo do estado e o pequeno produtor rural, através da criação dos SEMAFs e da implantação dessas ações. Espero que a partir desse encontro, as parcerias sejam efetivadas e que a gente possa avançar e melhorar a vida das famílias das comunidades rurais”, declarou Genário Rabelo.

Ascom CONSTESF

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *