Desarticulação de quadrilhas: Polícia apreende 31 veículos roubados no Sul do Estado do Piauí

A Polícia Rodoviária Federal, em ação conjunta com a Polícia Civil e Polícia Militar, apreendeu 31 veículos na cidade de Uruçuí, distante 453 km de Teresina nos dias 10 e 11 de março com o objetivo de fazer a apreensão de veículos obtidos de forma ilícita e desarticular quadrilhas que estariam presentes na região do estado. O delegado da Polícia Interestadual do Piauí (Polinter), Alfredo Cadena, disse ao OitoMeia que o índice de roubos está diminuindo e que através dessa operação inicia-se uma investigação para cooptar as pessoas envolvidas.

“Isso é o começo de uma investigação contra quadrilhas que fazem este tipo de vendas de veículos roubados. Tem o ladrão de carro, o atravessador, o adulterador e o vendedor que vai passar o carro para outras pessoas”, falou.

De acordo com o delegado Cadena, 23 pessoas foram conduzidas por estarem envolvidas com o roubo dos 31 veículos aprendidos, além de serem apreendidas três armas de fogo e sete documentos falsos.

Ao todo, foram 91 policiais envolvidos, 17 da Polícia Civil, 40 da Polícia Militar e 34 da Polícia Rodoviária Federal. Além da obtenção de veículos apreendidos, a Polícia Rodoviária Federal fez a apreensão de 40 kg de maconha em Uruçuí.

“No interior nós temos instrutores da Polícia Militar e Civil que fazem um treinamento específico para apreensão de veículos. Quanto às quadrilhas nós temos verificado muitas apreensões de pessoas envolvidas com o crime organizado. Essa integração das polícias tem mostrado que o índice de roubos e furtos está diminuindo, principalmente na capital”, disse o coronel da Polícia Militar, Alberto Menezes.

O superintendente da Polícia Rodoviária Federal, Welendal Donório disse de janeiro até março já foram apreendidos 70 veículos em todo o estado.” Do ano passado para esse ano nós conseguimos um aumento de 300% na apreensão, ou seja, significa que estamos no caminho correto”, frisou.

O delegado Cadena alertou à população que antes de comprar um carro verifique se todos os documentos estão corretos.

“O problema é que as pessoas compram como se fosse um saco de arroz, comprou e pronto acabou o problema e não é assim. Você pode ir até o cartório, se tudo estiver correto, haverá o reconhecimento de firma, depois o comprador pode ir até o Detran aonde esse veículo será vistoriado e se tiver alguma adulteração vai ser levado para a delegacia, se não vai ser emplacado com seu nome, muito simples”, finalizou.

Fonte: saoraimundo.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *