Prefeito de Campo A. de Lourdes que iria liberar a Praça do Banco do Brasil, manda fechar mais ainda, construindo barricadas de concreto

O atual prefeito de Campo Alegre de Lourdes e seus apoiadores na campanha eleitoral de 2016, batiam forte na “tecla” criticando, tanto o isolamento da Praça do Banco do Brasil (Com correntes e barricadas de concreto), como o horário de atendimento ao público nos caixas de autoatendimento e agência fechada nos finais de semana (Sábado e Domingo)

O prefeito, e cabos eleitorais que foram nomeados com altos salários, que diziam se preocupar com a população do interior, parece que se esqueceram dos mesmos, que continuam sofrendo na fila do Banco do Brasil para sacar seus benefícios, e comerciantes afetados por não poder realizar seus depósitos após o fechamento dos seus estabelecimentos.

O prefeito que tanto defendeu a reabertura da praça, nessa semana teve que mandar fazer mais barricadas de concreto, isolando mais ainda a Praça do Banco do Brasil da cidade.  Mas como assim? Não iria reabrir a Praça prefeito?

O horário de funcionamento dos terminais de autoatendimento da agência que era de 09:00 às 16:00h passou a ser das 08:00 às 16:30h, e nos finais de semana (sábado e domingo) continua fechado.

Enquanto a reabertura da Praça do Banco do Brasil:

De acordo com a Superintendência Regional do Banco do Brasil, será inviável a reabertura da mesma, uma vez que o índice de roubos só aumenta na região.

Por tanto, o isolamento da Praça e os terminais eletrônicos de autoatendimento do Banco, fechado a partir das 16:30h e totalmente fechados nos finais de semana, era culpa da antiga gestora, e agora de quem é a culpa prefeito?

O prefeito toda semana está em Salvador e Brasília, dizendo que conquistou “VÁRIAS” “INÚMEROS” benefícios para o município, só esquece de especificar quais benefícios foram estes.

Enquanto um trabalhador honesto, que trabalha contratado para fazer a limpeza da cidade ganha R$ 300,00 a R$ 400,00, o prefeito além do salário mensal de 16.000,00, ainda ganha diários de R$ 750,00, para tentar fazer “média” nas redes sociais.

ENTENDA AQUI!

A Praça do Banco do Brasil da cidade de Campo Alegre de Lourdes foi fechada devido a uma determinação da Superintendência Regional do Banco do Brasil, a decisão foi tomada após o último assalto a agência da cidade no dia 25 de fevereiro de 2015. Desde então uma das medidas que teria que ser adotada para a reabertura da agência, seria proibir a passagem de veículos nas ruas da praça, em frente ao Banco. Após a reabertura a agência passou a ter seu horário limitado, funcionando os terminais de autoatendimento  apenas até as 16:00h.

A gestão atual da época foi bastante criticada pela oposição (hoje situação), e levou toda a culpa pelas medias adotada, mesmo sendo medidas exigidas pela Superintendência Regional do Banco do Brasil para reabertura da agência.

Da Redação

Um comentário em “Prefeito de Campo A. de Lourdes que iria liberar a Praça do Banco do Brasil, manda fechar mais ainda, construindo barricadas de concreto

  • 18 de Março de 2017 em 23:43
    Permalink

    Como o povo pode acreditar em um político Só se muito ingênuo

    [Reply]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *