Policia Federal vasculha casa do prefeito e Prefeitura de Pilão Arcado; na ação, justiça determina afastamento de gestor

Policia Federal vasculha casa do prefeito e Prefeitura de Pilão Arcado; na ação, justiça determina afastamento de gestor

21 de agosto de 2018 0 Por Por Lucas Nunes

Veículos com policiais federais e auditores da controladoria Geral da União (CGU) chegaram no município de Pilão Arcado na manhã de hoje (21) e foram direto à residência do prefeito Afonso Mangueira – filiado ao PP, partido do vice-governador João Leão e do deputado federal, Cacá Leão.

Na residência, o gestor municipal não se encontrava, logo depois a guarnição se dirigiu para as Prefeitura Municipal ocupando as instalações. Ainda de acordo informações, os agentes estão vasculhando arquivos e computadores a procura de documentos.

Os agentes estão fazendo parte da Operação Offerus, com o objetivo de desarticular um esquema criminoso de fraude a licitações, superfaturamento, desvio de recursos públicos, corrupção ativa e passiva e lavagem de ativos envolvendo a contratação do serviço de transporte escolar nos municípios Casa Nova – problemas causados durante a administração do então prefeito Wilson Cota (MDB) – e Pilão Arcado.  A PF cumpre mandados de afastamento do cargo de prefeito em Pilão Arcado, Afonso Mangueira, braço direito de João Porfírio.

Cerca de 90 policiais federais cumprem 19 mandados de busca e apreensão em órgãos públicos, empresas e nas residências dos envolvidos no esquema, além de um mandado de prisão preventiva. Dezoito auditores federais de controle, da CGU, também participam das diligências.

Recentemente o município de Pilão Arcado recebeu recurso dos precatórios do FUNDEB em mais de R$ 45 milhões, e que, segundo informações de vereadores, mais da metade desta grana já desapareceu deixando um verdadeiro arraso na pasta de educação com escolas em estados deploráveis, muitas outras abandonadas a exemplo da zona rural, alunos sendo obrigados à estudarem em lugares distantes com estradas em péssimas condições, pais de alunos sendo obrigados a levar e buscar seus filhos em bicicleta ou lombo de burro, e ainda assim, existe casos de alunos pedindo carona à professores.




Ainda segundo informações, algumas escolas na sede do município estão sendo reformadas em pleno calendário escolar, prejudicando o andamento das aulas.

Durante os festejos de Santo Antonio, a prefeitura contratou bandas caras a exemplo de Zé Di Camargo e Tayrone Cigano. A receita mensal do município não dar condições para tais gastos.

Caso de conivência e impunidade

Este não é o primeiro escândalo envolvendo recursos federais. No dia 22 de agosto de 2015, foi denunciado pela TV Record um esquema pesado envolvendo o ex-gestor João Porfírio, o popular Joãozinho (PSD) – partido do senador Otto Alencar, braço direito do governador Rui Costa do PT -, quando foi divulgado um esquema de corrupção que desviou mais de 20 milhões. O Ministério Público Federal (MPF) apurou as denuncias, os fatos foram constatados, foi solicitada a prisão dos envolvidos e até hoje o processo se encontra dentro da gaveta em Brasília.

Fonte: Ação Popular