Hospital “matadouro” Municipal” de Campo A. de Lourdes faz mais uma vítima

A espera por socorro há uma semana, uma jovem de 16 anos, Jaciara Batista da Costa, do Povoado de Lagoa do Arroz, Zona Rural do município de Campo Alegre de Lourdes, morre por falta de empenho da Secretária Municipal de Saúde, em dar suporte para a família e retirar a paciente para outras unidades de saúde de cidades onde realmente a paciente teria um diagnóstico preciso e tratamento adequado.

Não é de hoje que a Secretaria Municipal de Saúde e o Hospital Municipal de Campo Alegre de Lourdes, estão assassinando os pacientes por incompetência e negligência.

Administração cruel, perseguidora e incompetente está levando a saúde do município para um estado de calamidade pública. 

Nesta tarde, familiares entraram em contato com nossa redação afim de buscar ajuda, infelizmente poucas horas depois a paciente veio a óbito.

ENTENDA O CASO

Uma jovem de 16 anos, Jaciara Batista da Costa, moradora do Povoado Lagoa do Arroz, interior do município de Campo Alegre de Lourdes, deu entrada no Hospital Municipal de Campo Alegre de Lourdes na segunda-feira dia 03 de dezembro, está internada desde então, em estado grave, aguardando regulação, vaga para ser transferida para um UTI.

 Familiares pedem socorro para que as autoridades tomem providência e ajudem a salvar a vida da jovem. Ainda de acordo com familiares os médicos suspeitam de leucemia, porém o diagnóstico não é certo, ainda por conta das limitações do hospital.

“Paciente está sendo atendida no hospital municipal desta cidade porém,  necessita com urgência de ser transferida para uma cidade com mais recursos está esperando por uma vaga pela regulação, e ela está morrendo pois os médicos estão fazendo tudo ao seu  alcance, porém ela precisa de um lugar que  tenha UTI e que tenha possibilidades de um diagnóstico preciso para o tratamento certo” Diz um familiar

A jovem não fala mais, está se alimentando através de sonda. E hoje, sábado dia 08, está com o quadro de rins parando, infeção renal aguda e suspeita de AVC hemorrágica.

“Por favor, ajude essa moça ela só tem dezesseis anos, a mãe clama  por socorro.”

“Estou apelando para os direitos que temos segundo a constituição brasileira temos o direito de viver.”

2 thoughts on “Hospital “matadouro” Municipal” de Campo A. de Lourdes faz mais uma vítima

  1. Essa cidade deveria ser investigada pelo ministério público, sou daí porém moro em São Paulo, só ouço reclamações e críticas dos pacientes, as pessoas são abandonadas nos leitos tem q pagar para fazer um exame clínico e etc.. Estive aí achei q o atendimento péssimo às pessoas de baixa renda são maltratadas e deixadas para morrer.. O povo tem q tomar suas providências, denunciem para rede Record que eles vão até a investigar até achar as irregularidades que são muitas, os prefeitos só roubam e usam de proveitos próprios os recursos enviados pelo governo federal. # indignada #

  2. Fiz uma denuncia na ouvidoria de salvados sobre o descaso e negligência da unidade de saúde pq me desculpe isso não pode ser chamado de hospital e diretor resposdeu q está tudo ok resumido não está não minha mãe faleceu a dois meses a atrás por conta dessa merda de regularização para transferência a ala de maternidade está sem uso q no caso deveria se tornar a metade leito emergencial uma unidade q nem aparelhos básicos de monitoramento cardíacos tem enfermeiros q se quer medi a temperatura do paciente de hora em hora para ver seu quadro febril descaso total isso tem q ir para mídia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *