Estiagem deixa mais de um terço das cidades baianas em situação de emergência

Estiagem deixa mais de um terço das cidades baianas em situação de emergênciaPor causa da falta de chuva, 106 municípios baianos tiveram situação de emergência reconhecida nesta quarta-feira (27) pela Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil. Assim, sobe para 145 o número de cidades que sofrem com estiagem prolongada – mais de um terço dos 417 municípios da Bahia.

O reconhecimento foi publicado no Diário Oficial da União e serve para facilitar a aquisição de alguns benefícios como carros-pipa e ração para gado. Em Lajedinho, atingido em dezembro passado por fortes chuvas que deixaram mais de 800 desabrigados, agora é a seca que causa transtornos. Segundo o prefeito Antônio Mário Lima, dois dos quatro poços artesianos locais secaram e dois carros-pipa levam água para as áreas mais distantes. “São 4.800 habitantes, mas a população vive em uma área de 850 m². São necessárias mais de 200 viagens todos os meses para levar água a todos”, contou ao Correio*. Com o atestado, algumas formalidades, como licitação para contratar os carros-pipa, podem ser dispensadas. Entre as cidades em situação de emergência estão Brumado, Conceição do Coité, Feira de Santana e Juazeiro.

BN

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *