Galvani anuncia encerramento de joint venture com Yara – O controle acionário das operações no Nordeste retorna à família Galvani

A Galvani anunciou nesta quarta-feira, 10 de julho, o encerramento do acordo de empreendimento conjunto (joint venture), firmado com a Yara em 2014. A partir de agora, a família Galvani retoma o controle acionário das operações da empresa no Nordeste, que incluem o Complexo Industrial de Luís Eduardo Magalhães e as unidades de mineração de fosfato em Angico dos Dias e Irecê, na Bahia, além do projeto Santa Quitéria, no Ceará.

 

A operação traz vantagens diretas ao agronegócio, ao agricultor e à economia brasileira, principalmente no incremento da oferta de fertilizantes fosfatados produzidos no País e na redução do déficit da balança comercial do setor.

 

“Após cinco anos de parceria, Galvani e Yara seguirão caminhos distintos, levando na bagagem os aprendizados adquiridos nessa jornada”, destaca Ricardo Neves de Oliveira, diretor-presidente da Galvani.

 

Segundo o executivo, a empresa é uma das pioneiras no agronegócio do Matopiba e dará continuidade ao seu histórico de parceria e compromisso com os agricultores da região. “Os produtos e fórmulas exclusivas permanecem em nosso portfólio, assim como as contínuas pesquisas de aprimoramento, sempre com inovação e criatividade, características que estão na essência da empresa”, afirma Oliveira.

 

Além disso, a Galvani seguirá com sua forte atuação socioambiental, a partir da promoção de projetos e atividades para as comunidades nas quais atua, por meio do Instituto Lina Galvani e do Parque Vida Cerrado, assim como das ações diretas da empresa.

 

Sobre a Galvani

A Galvani é uma empresa 100% nacional que surgiu na década de 1930, no negócio de bebidas e transportes em São Paulo. Na década de 1960, entrou no segmento de fertilizantes, operando um ramal ferroviário e, posteriormente, construindo um complexo industrial em Paulínia (SP). Na década de 1990, inaugurou sua primeira unidade no Nordeste, o Complexo Industrial de Luís Eduardo Magalhães e, posteriormente, a Unidade de Mineração em Irecê, na Bahia. No mesmo estado, em 2005, a empresa começou suas operações de mineração de rocha fosfática em Angico dos Dias, povoado de Campo Alegre de Lourdes. Em 2014, a Galvani firmou uma JV com a Yara Fertilizantes encerrada em 10 de julho de 2019, quando voltou a ser controladora integral das operações no Nordeste, com escritórios corporativos em São Paulo e Campinas.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *