Ministério Público vai apurar irregularidades dos serviços de saúde no município de Fartura-PI e outros da região

O Ministério Público do Estado do Piauí instaurou Procedimento Administrativo com o objetivo de apurar irregularidades e adequar o funcionamento dos serviços de saúde da Atenção Básica dos municípios de Bonfim do Piauí/PI, Dom Inocêncio/PI, Várzea Branca/PI, São Lourenço do Piauí/PI, Fartura/PI, São Braz/PI  e São Raimundo Nonato/PI.

De acordo com o MPPI, é responsabilidade das Secretarias Municipais de Saúde manter atualizado mensalmente o cadastro de equipes,profissionais, carga horária, serviços disponibilizados, equipamentos e outros no Sistema de Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde; para todos os profissionais de saúde membros das Equipes de Saúde da Família há a obrigatoriedade de carga horária de40 (quarenta) horas semanais; o pagamento de salários à funcionários que não cumprem regularmente a jornada de trabalho prejudica toda a coletividade, notadamente se o descaso ocorre na área da saúde, em razão de constituir negativa de acesso à saúde, em razão de constituir negativa de acesso à saúde, além de ilícito administrativo que justifica a aplicação de sanções ao servidor faltoso (desconto do salário e até a exoneração), pode resultar também na responsabilização do administrador público por improbidade administrativa em face da omissão.

Redação Portal SRN

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *