Ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles é internado em UTI de Brasília

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, de 44 anos, foi internado no Hospital das Forças Armadas (HFA), em Brasília, na noite dessa terça-feira (27). Informações iniciais obtidas pelo jornal O Estado de S. Paulo dão conta de que ele sofreu um mal-estar e chegou a ser levado para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do hospital, onde foi submetido a exames cardiológicos, mas agora está sendo transferido para um quarto e ficará em observação.

 

De acordo com o relatório médico divulgado pelo Ministério da Defesa, na manhã desta quarta (28), o quadro clínico de Salles evoluiu “sem intercorrências” e é estável. Mas, sem previsão de alta, o evento da Marinha que ele participaria hoje foi adiado — o ministro seria uma das autoridades na assinatura de um acordo de cooperação sobre o lixo marinho.

CRISE NO GOVERNO

A causa do mal-estar do ministro ainda não foi divulgada, mas Salles é alvo de protestos por conta da política ambiental adotada pelo governo federal. Na última semana, ele chegou a ser vaiado durante sua participação na Semana do Clima, em Salvador (veja aqui). Assim como o presidente Jair Bolsonaro (PSL), o ministro minimizava o aumento das queimadas na região da Amazônia.

 

Além disso, correligionários dele no partido Novo entraram com uma representação contra o ministro no Conselho de Ética interno para pedir que ele seja suspenso do quadro de filiados. No Twitter, o deputado estadual Chicão Bulhões (RJ) defendeu que “a postura inadequada e o histórico de constrangimentos causados pelo ministro Salles tem gerado dano à imagem e à reputação do Novo”.

Folha de São Paulo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *