Estudantes da zona rural de Sento Sé vivem a emoção de conhecer o mar e pisar na areia da praia pela primeira vez

A quinta-feira (29) se tornou um dia inesquecível para 18 estudantes da Escola do Campo Sala Avançada Dom Pedro II, unidade municipal localizada no povoado de Sanharó, na zona rural do município de Sento Sé (a 689 km de Salvador). É que eles viveram a emoção de ver o mar pela primeira vez. Os estudantes escreveram cartas para o governador Rui Costa solicitando apoio para que pudessem conhecer o mar e visitar a capital da Bahia, com o apoio da professora Josina Cerqueira. O primeiro contato com o Oceano Atlântico foi logo cedo, na praia de Piatã, onde nem o vento de um dia frio diminui o entusiasmo e o encantamento dos estudantes ao pisar na areia.

O primeiro banho de mar, no entanto, aconteceu no meio da manhã em um dos cenários mais belos da capital: o Porto da Barra. Os olhos do pequeno Raniel Amaral, 8 anos, brilhavam ao mirar a linha do horizonte. “Era meu sonho conhecer o mar de perto, porque eu só via na televisão e nas fotos. Ele é muito grande e a água é mesmo salgada”, constatou o estudante, que aproveitou cada onda vinda ao seu encontro e não queria mais sair de dentro da água. Dupla emoção também viveu Adriana Rocha, que é mãe de Raniel. Assim como o filho, esta foi a primeira vez que ela viu o mar. “Estou muito feliz com esta oportunidade única e agradeço muito ao governador Rui Costa por ter feito isso por nossos filhos. Isso vai ficar marcado na vida deles para sempre e, também, na minha, porque também estou realizando um sonho junto com ele”, afirmou.

Para a estudante Marcela Souza, 12, a sensação não foi diferente dos seus colegas de escola. “O mar é muito lindo e este dia está sendo muito especial para mim, pois era um dos meus sonhos. Também adorei conhecer os pontos turísticos de Salvador, porque tudo isso é novo para a gente. Vai ser muito legal voltar para a minha comunidade e contar para os meus amigos”, afirmou.

A professora Josina Cerqueira falou como surgiu a ideia das cartas. “Os levei para conhecer um rio próximo da cidade e eles questionaram qual era a diferença entre rio e mar e, isso, me sensibilizou muito. Foi aí que eu tive a ideia de enviar as cartas dos estudantes e, hoje, estamos aqui mostrando que eles não devem desistir de sonhar e, sim, correr atrás de seus sonhos. Além de funcionar como uma aula de história, o passeio também é uma grande experiência de vida para eles”, disse a educadora.

Na programação do intercâmbio, que segue até esta sexta (30), eles farão um tour pela história e cultura de Salvador e da Bahia ao visitarem diversos pontos turísticos e históricos como Farol da Barra, Jardim Zoológico, Mercado Modelo, Igreja do Bonfim, Santuário Irmã Dulce e Pelourinho. A iniciativa do Governo do Estado, por meio da Secretaria da Educação do Estado, visa o fortalecimento da Educação do Campo, ao elaborar e executar ações voltadas para os povos do Campo e Quilombolas, além do fortalecimento do regime de colaboração com os municípios.

Fotos: Claudionor Jr

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *