Dr.Pérsio diz que aliança entre PSB e PMDB de Petrolina “é balela” e pede calma a ‘estagiário’ Lucas Ramos

Dr.Pérsio diz que aliança entre PSB e PMDB de Petrolina “é balela” e pede calma a ‘estagiário’ Lucas Ramos

17 de junho de 2015 1 Por Por Lucas Nunes

persio

Os insistentes rumores acerca de uma possível aliança entre o PMDB e o PSB para a sucessão municipal de Petrolina, em 2016, não passam de “balela”. Essa, pelo menos, é a opinião do vereador Dr.Pérsio Antunes, que deixou claro seu ceticismo quanto à possibilidade.

Um dos integrantes do PMDB na cidade e ex-aliado político do atual prefeito Julio Lossio (que também integra a legenda), Dr.Pérsio sugeriu cautela sobre qualquer assunto eleitoral, uma vez que tudo dependerá da reforma política que está sendo analisada pelo Congresso Nacional.

Por isso mesmo mandou um recado, sem citar nomes, aos “estagiários” na política, que querem“subir degraus de uma vez só”. Perguntado se o recado foi para o deputado estadual Lucas Ramos (PSB), que vem ensaiando uma aproximação com Lossio, Dr.Pérsio desconversou.

“Não. É qualquer político que esteja querendo pleitear um cargo no início da carreira, ou mesmo um secretário que nunca foi político”, ponderou, em entrevista à imprensa, na noite de ontem (16) na Casa Plínio Amorim.

O vereador também descartou se sentir desconfortável dentro do PMDB pelo fato de ter sido o único a apoiar o vice-governador Raul Henry (do seu partido), na campanha do ano passado, quando Lossio optou por seguir o candidato a governador Armando Monteiro Neto (PTB). Henry formava a chapa com Paulo Câmara (PSB), que foi eleito na disputa estadual.

Obrigação

Dr.Pérsio argumentou ser uma “obrigação moral” da legenda lançar candidato próprio em Petrolina, haja vista o desempenho com Lossio em 2008 e 2012 (o atual prefeito, que não pode mais se candidatar, está em busca do seu sucessor). “Um partido que ganhou duas eleições seguidas com um candidato (Lossio), que teve 26 mil votos de frente na primeira e 19 mil na segunda, tem a obrigação de lançar um candidato, nem que perca a eleição”, disse o oposicionista.

O vereador ressaltou, no entanto, que embora pertença ao mesmo partido de Lossio, não significa que esteja no mesmo palanque em 2016. Até porque ele lembrou que no ano passado já trilhou caminho diferente ao de Lossio, quando seguiu o PMDB estadual, que compôs chapa com os socialistas.

twitter.png PáginaSiga-nos no Twitter

Por Antônio Carlos Miranda | Blog do Carlos Britto