PREFEITO LUIZ VICENTE RESPONDE A DESAFETO

PREFEITO LUIZ VICENTE RESPONDE A DESAFETO

1 de julho de 2015 0 Por Por Lucas Nunes

berti(1)O prefeito de Sobradinho Luiz Vicente Berti, em nota encaminhada ao Blog respondeu a matéria publicada ontem, em que o presidente do PDT local, Evaristo Nascimento Júnior, anunciou sua expulsão da legenda com argumentos de infidelidade partidária:

Confira a resposta do prefeito Luiz Vicente Berti:

Até o presente momento, não tinha respondido as acusações constantes, desrespeitosas, inverídicas e rancorosas do Sr. Evaristo Pereira do Nascimento Júnior, Presidente do PDT/Sobradinho, otimizando o trabalho em prol do município que represento e para o qual tenho dedicado, integralmente, todo meu tempo, empenho, competência e esforço.

Assumi um município sucateado, endividado, sem a mínima credibilidade perante os Governos Estadual e Federal, servidores, fornecedores e sociedade.

A duras penas e contando com o irrestrito apoio de uma equipe que ajudou a construir o nosso mandato, estamos reconstruindo Sobradinho, que hoje vivencia um novo momento, uma nova dinâmica de administração, focada na transparência e no trabalho sério pela melhoria da qualidade de vida da sua população.

Os bem intencionados, capazes, comprometidos e que estão em sintonia com um modelo sério e competente de gestão, continuam integrando nossa equipe e trabalhando na busca de soluções para os problemas do município, com a missão de avançar, cada vez mais, nas áreas que assumiram.

Porém, existem aqueles que, embarcam em um projeto político com objetivos pessoais e escusos e, quando não são atendidos em seus interesses particulares, despem-se da ética, contaminam-se pelo rancor e se utilizam de meios nada nobres e justos para justificar os seus fins.

Chega o momento em que é necessário “separar o joio do trigo”, parafraseando a sabedoria bíblica.

E esta decisão custa um preço alto. Desperta a ira dos desafetos, que se apóiam na calúnia, na injuria e na difamação para tentar macular a imagem de quem quer que seja que prejudique e impeça o seu intento.

Não é minha intenção responder a esse desafeto, mas repudiar a covardia de quem usa os mais infames métodos para tentar aparecer aos olhos do povo de Sobradinho, que, felizmente, não o enxerga.

Nesta nota vai a reação de um ser humano leal aos companheiros e fiel aos princípios da ética e da moralidade no serviço público, ao ver a sua dignidade e a dos seus, ameaçada por mentiras e provocações odiosas. Dispo-me da condição de gestor e assumo a condição de homem, pai de família, filho, irmão, amigo, cidadão que, como filiado do PDT, partido que respeitei e onde tenho amigos, aqui e mais longe, para reagir, pela primeira vez, as tantas tentativas de atacar a minha integridade moral e da minha família, esclarecendo as amigos e a comunidade de Sobradinho e de todo Vale do São Francisco, os motivos reais da perseguição constante do Sr Evaristo Pereira do Nascimento Júnior, presidente do partido que escolhi para dar sustentação a minha militância política.

E faço aqui alguns esclarecimentos:

Em contato com dirigentes estaduais do PDT já tinha relatado a falta de respeito do Sr Evaristo, Presidente do partido em Sobradinho, que de forma desrespeitosa e desleal, vinha trabalhando diuturnamente contra a administração municipal, criando um ambiente hostil e causando indignação, inclusive entre muitos filiados do PDT que não aceitam seus métodos em muitos filiados do PDT, que não aceitavam a política rasteira praticada por este cidadão.

Por que, somente depois que foi EXONERADO do quadro de colaboradores de “confiança” do município de Sobradinho, o Sr Evaristo, montou esta estratégia de perseguição , utilizando-se de alguns veículos e profissionais da Imprensa para emplacar “denuncias” mentirosas, sem provas e fundamento?

Goza o Sr Evaristo de credibilidade e envergadura moral para se arvorar a atirar pedras em quem quer que seja?

Qual o seu histórico na vida pública? O que consta sobre este senhor nos anais da Prefeitura de Pilão Arcado, quando por lá passou? O que existe no Ministério Público sobre este Senhor?

O povo de Sobradinho não esquece, só pra avivar a memória, que este senhor recebeu a confiança da população em uma eleição passada e traiu os que nele confiaram abandonando o mandato de vereador em troca de um salário mais alto e desejos inconfessáveis em Pilão Arcado.

E esclareço: Fui obrigado a EXONERAR Evaristo Pereira do Nascimento Junior, do cargo de assessor do meu governo, porque o mesmo, NÃO correspondeu a função para o qual foi designado. NÃO agregou. NÃO tinha disponibilidade de tempo para trabalhar pelo município. E, como gestor, eu não poderia manter um servidor “fantasma”, quando a ordem para os demais servidores é cumprir sua carga-horária.

Nomeá-lo para o cargo de Secretário de Finanças, por ele pretendido, foi impossível, já que o Sr Evaristo não gozava da confiança, nem de um bom relacionamento com a equipe e também não apresentava o perfil necessário para tal função. Não aceito chantagens. Sou bom negociador, mas NÃO aceito “negociatas” e “conchavos”, em respeito aos princípios da administração pública.

Não poderia eu ser coagido pelo Sr Evaristo a contratar para a Prefeitura de Sobradinho todas as pessoas e serviços por ele indicados.

Criou-se aí um descontentamento. Um impasse. Nasceu aí este desafeto cruel e perseguidor, que dorme e acorda criando fatos para tentar atingir-me moralmente, desestabilizar-me politicamente.

Sou um respeitador da lei e todos que exerceram cargos nesta gestão, inclusive os mais próximos, o fizeram sob o mais restrito cumprimento da lei, sem ferir nenhum texto constitucional e se dispondo a servir a Sobradinho com doses de sacrifício pessoal e por amor a esta terra.

É de bom alvitre informar ainda que essa administração, para nossa satisfação, conta com o trabalho sério de pessoas muito próximas a esse senhor, da sua relação familiar, mas que, diferente dele, respeitam e trabalham em prol de Sobradinho, não comungando com sua política de perseguição e calúnia.

Não há nenhuma surpresa nesta iniciativa “mirabolante” do Sr. Evaristo, de tornar pública uma suposta “expulsão” minha do PDT, o que chega a ser risível, vez que é de conhecimento de todos a perseguição interna que eu já vinha sofrendo dentro da legenda.

Mente ele quando diz que não respeitei determinação do partido no apoio a candidaturas do PDT, porque desde a eleição anterior, numa coalizão de forças e com ele no palanque, retribuímos o apoio recebido de outros partidos, liberando correligionários, mas sem deixar de se empenhar no fortalecimento do PDT, que saiu amplamente vitorioso das urnas na eleição de deputado estadual.

Nesta última eleição, da mesma forma, respeitamos acordos e, mesmo a contra gosto do acusador, que fazia de tudo para provar o contrário, continuamos com a mesma política de respeito aos parceiros, obtendo números parecidos e fáceis de provar pelos boletins de urna.

A pergunta que deve ser feita a ele é a seguinte: Quem foi seu candidato a deputado federal e de que partido ele era? Quantos votos ele prometeu e quantos entregou? Como o presidente do PDT de Sobradinho pode invocar o critério de fidelidade partidária, tendo ele mesmo, votado em um candidato de outra legenda para deputado federal?

O que este senhor tenta, mas não tem conseguido, é ocupar um lugar de destaque entre os políticos sérios, as lideranças reconhecidas, seja na nossa base de sustentação, ou mesmo na oposição, onde, pelo que sabemos, não goza de prestígio e confiança.

Deixo dito que não cedo a pressões e a nada temo, porque trago comigo a verdade, a ética e o compromisso de trabalhar com seriedade e respeito a coisa pública.

Á comunidade de Sobradinho reitero o meu compromisso e, mais uma vez, convido-a para acompanhar as ações, as contas e as decisões da administração municipal. As portas da Prefeitura estão e sempre estiveram abertas para aqueles que amam Sobradinho e desejam contribuir para o seu desenvolvimento. Como filho legítimo da terra, conclamo os meus conterrâneos e os filhos adotivos, comprometidos e bem intencionados a caminharmos juntos na construção de um município cada vez melhor para se viver.

Aos forasteiros, notadamente àqueles que têm um histórico de “sangue- sugas” de prefeituras e do poder, que perseguem interesses pessoais, em detrimento dos interesses coletivos e agem contrariando a ética e a lisura nas suas intenções, utilizando-se de expedientes vis, mentirosos e desrespeitosos, ressalto que o caminho da justiça é para os honrados, como eu, que estou tomando as medidas legais para coibir qualquer atentado a minha moral e da minha família.

Atenciosamente,

Luiz Vicente Berti
Prefeito Municipal de Sobradinho