Jussara Rodrigues confessa ter cometido sozinha o assassinato do médico Denirson Paes, de Campo A. de Lourdes

A farmacêutica Jussara Rodrigues, 55 anos, confessou ter cometido sozinha o assassinato e a ocultação de cadáver do médico cardiologista Denirson Paes, 54, com quem era casada havia mais de 30 anos. A informação foi repassada com exclusividade à Folha de Pernambuco pelo advogado da acusada, Alexandre de Oliveira, que acompanhou o depoimento dela prestado à delegada responsável pelo caso, Carmem Lúcia, na tarde dessa segunda-feira)3), na Colônia Penal Feminina, no Recife.

Para a polícia, Jussara e o filho mais velho do casal, Danilo Paes, praticaram o crime juntos, o que foi negado por ela. “Falou que fez tudo sozinha. Matou e esquartejou. É um depoimento muito forte. Uma nova pessoa também será ouvida e o depoimento dela pode ajudar Danilo”, adiantou o advogado. “Tudo o que ela fez foi por emoção, com base no descobrimento da amante”, explicou Alexandre.

O inquérito, apresentado no último dia 31 de agosto, apontou que Denirson foi esganado no quarto, depois levado para uma área próxima à cacimba onde houve uma tentativa de queimar o corpo e, em seguida, foi esquartejado. O crânio da vítima também apresentou um afundamento do lado direito, assim como um deslocamento da mandíbula, porém a investigação não soube precisar se essas fraturas foram ocasionadas antes ou depois de o corpo ter sido jogado na cacimba junto com entulhos. O inquérito concluiu que Denirson foi assassinado na madrugada do dia 31 de maio.

Fonte: Folha PE

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Previous post “Eu imploro: Mãe, me ajuda, por favor” Preso, Danilo implora para mãe falar a verdade sobre morte do médico Denirson
Next post IDEB – Ensino da rede municipal de Campo A. de Lourdes regride e não atinge meta do MEC