Policiais estavam atrás de informações sobre supostas terras da Galvani no PI

A Polícia Ambiental estava, dia desses, tentando descobrir quem eram os reais proprietários das terras que a empresa Galvani estaria desmatando – ou pelo menos se utilizando da vegetação – em território piauiense, na região de Fartura do Piauí.

Há suspeitas de que a Caatinga esteja sendo devastada para alimentar os fornos da gigante de fertilizantes.

As terras no estado piauiense seriam legalizadas, e estariam registradas em nome de José Tarquino e José Tarquino Neto.

A Caatinga é um bioma exclusivamente brasileiro, não existe em nenhum outro lugar no mundo.

E já está com mais de 51% de sua extensão comprometida.

Fonte: 180º / Rômulo Rocha

Slide Acácio (600 x 500)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *