Superintendente Regional do BB fala sobre as últimas mudanças adotadas na agência de Campo Alegre de Lourdes

bb (1200 x 913)O Superintendente Regional do Banco do Brasil, André Luís Rocha Pontes, em entrevista exclusiva ao Blog do Lucas Nunes, na manhã desta terça-feira (18), falou sobre as últimas mudanças adotadas pela Agência do Banco do Brasil do município de Campo Alegre de Lourdes-BAHIA.

Desde o dia 07 de julho de 2015, que o autoatendimento da agência do Banco do Brasil está funcionando com horários reduzidos, de segunda a sexta-feira, das 09:00 às 16:00 horas, e nos finais de semana e feriados a sala de autoatendimento é fechada. Sobre isto, o superintendente explica que “a redução nos horários do autoatendimento é determinada em função da segurança, e que esta medida vem sendo adotada em outras cidades do Brasil, considerada de risco, uma vez que reduzindo os horários e deixando a agência sem dinheiro não irá atrair a atenção de assaltantes, e que tal medida está em fase de teste em algumas cidades do Brasil, e não é definitiva”. Diz André

Questionamos ainda o superintendente, que a mudanças nos horários e de fechar a sala de autoatendimento nos finais de semana e feriados, está causando grandes transtornos ao comércio local, e a população em geral. Argumentamos ainda que, não há histórico de explosões a caixas eletrônicos no município de Campo Alegre de Lourdes-BA. Diante disto, o superintendente nos informou que irá tentar rever a decisão, e deixar os terminais de autoatendimento aberto nos finais de semana e feriados, mas enfatizou que, a modalidade de explosões em caixas eletrônicos é relativamente nova na Bahia, e que em Campo Alegre de Lourdes não possuí histórico de tal modalidade não é sustentável, e o que precisa neste momento é trabalhar com medidas preventivas, a fim de evitar transtornos maior a população.

Para o superintendente, “a agência Campo Alegre de Lourdes, é de grande importância, e que, após assaltos normalmente as agências demoram bastante para serem reabertas, o que não foi o caso de Campo Alegre de Lourdes, que em apenas um mês, já estava funcionando, mesmo de forma parcial. E que as medidas preventivas que estão sendo adotadas pela superintendência são devido ao histórico de assaltos da agência, mas que estão trabalhando junto aos órgãos competentes para viabilizar e melhorar os serviços”. Enfatizou André

Da redação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *