TÉCNICOS APONTAM ALERTA PARA PERÍODO SEM CHUVAS NA BACIA DO RIO SÃO FRANCISCO

A previsão de acordo com a equipe técnica do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden), Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) e da Companhia Hidrelétrica do São Francisco (Chesf), a respeito das condições hidrológicas do chamado rio da integração nacional, é que para o início do período seco na bacia, mas ainda com registro de chuvas no Submédio e no Baixo São Francisco.

As premissas indicadas pelo ONS apontam para uma vazão defluente em Três Marias (MG) em 313 metros cúbicos por segundo (m³/s); manutenção de uma média em Sobradinho, na Bahia, para assegurar os usos consultivos; enquanto que em Xingó, em Alagoas, a defluência deve ser mantida em 700 m³/s até o final de abril e elevada para 800m³/s a partir de 1º de maio.

Com isso, a nova resolução da ANA, através da qual estabelece novos patamares de operação dos reservatórios, deverá entrar em vigor no início de maio. O superintendente de Operações e Eventos Críticos da ANA, Joaquim Gondim, destacou que, mantendo-se o cenário previsto, não há motivos para adiar a entrada em vigor da medida. A nova resolução foi construída com o envolvimento de diversos segmentos, inclusive o CBHSF e a ANA, além de universidades e governos estaduais, entre outros.

Geraldo josé

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Previous post Forte chuva rompe estrada e arrasta ônibus escolar no Sul do Piauí
Next post Em Barreiras, presidente da Câmara de Campo A. de Lourdes participa de encontro com Governador Rui Costa